24 de julho de 2011

together


Hoje me encontro em férias do trabalho ... não sai em viagem e muito menos sai de casa, isso é algo que carrego comigo por algum tempo ... sempre que tenho a chance de ficar em casa é nela que permaneço,perto daqueles que julgo importantes ao meu sentimento de amor!Tenho medo me afastar , de não senti-los mais por perto,quero estar ao máximo de tempo junto pra aproveitar cada instante que possamos ter unidos!Ainda assim tenho algumas pessoas que não consigo permanecer nessa união , moram distantes e não nos vemos frequentemente,restam apenas as lembranças que me fazem sorrir ou chorar, o cigarro e um cinzeiro em uma cena de filme que vi por esses dias me trouxeram a imagem de minha madrinha que em toda minha infância fumava e sempre mantinha perto de si um cinzeiro e seu cigarro,não me lembro qual marca usava ou usa , acho que era carlton vermelho , ela sempre sorrindo ,alto e vibrante ... me enchendo de comida e me pedindo pra fazer silêncio em sua casa que costumavam fazer a sesta , sua mãe era doente e também não gostava muito de barulhos... tenho saudades dessa época , tenho saudades dela ,de sua morenisse e desprendimento! o seu cheiro que me isala a memória é de leite de rosas e um creme "nívea" da latinha , bons tempos!

1 de julho de 2011

ainda TE AMO!



Hoje estava a lembrar de algumas coisas que já passaram nesta minha curta vida , e uma dessas me lembrou de um amor , um que me doía fundo quando pensava na possibilidade de não ver por um dia se quer ,de não sentir,de não ter como ver;o choro ficava embargado,os olhos "falavam" a dor.Em um determinado encontro era época de natal ou ano novo não sei bem e o meu amor iria sair de férias por uma semana ou duas ,andamos a cidade inteira fazendo compras ,nos presenteamos e quando a rota se encerrou , paramos e nos abraçamos ,naquele momento senti um vazio ,uma sensação de abandono e de distância como só senti quando pessoas tão importantes quanto deixaram este mundo para seguir ao mundo espiritual.Sangrei por inteiro pois por tudo pressentir que não voltarias, que não nos veríamos mais,e quando cada um foi pro seu lado , chorei ininterruptamente por alguns minutos ,sem conseguir me conter.Era um amor que se perdia em mim , era uma vida que se partia , mas que em mim ainda flameja... ainda TE AMO!