19 de julho de 2010

A Noite de Alice


Alice acordou com a lembrança de Felipe em seu braço direito ,uma manhã fria acobertada por lembranças do amor sereno da noite passada !Quem era ele? seu namorado desde sempre.
A alegria em seu rosto era evidente e em seu passo a cada cômodo de sua casa ,lembranças a assaltavam , ela sorria alto a cada reviver , o coração pulsava como se alí ainda existisse a cena , às mãos que a seguravam quentes e o pudor que lhe era tão presente escondeu-se em meio a grande euforia .O que na verdade se expandia por entre portas e janelas , era o que a compactava em seus mais variados mundos , eram portas entre abertas ,janelas escancaradas e o vento que o anunciava , era o prenúncio de muitas saudades , vontade , vivacidade.
Alice naquela manhã não precisava mas fingir que entendia às conversas de suas amigas ,por que agora ela também era adepta do amor ação ;ela agora se tornara mulher ,mulher de devaneios , de arrepios ,mulher , Mulher.

3 comentários:

  1. Estou oferecendo o player da minha rádio para alguns blogs, se vc interessar entre em contato -
    meu site: www.seteponto7.com
    MSN: aovivo@seteponto7.com
    Abraço!

    Ass:Rubens Rizzi

    ResponderExcluir
  2. Rosa, bacana e autentico seu texto

    É assim mesmo que nos sentimos quando estamos namorando. Depois que casamos, devagar as coisas vão mudando, até que nos sentimos menos mulher e mais objeto. Ai é triste, ou se conforma ou se separa.
    bjs

    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita , e sinta-se a vontade para comentar!