14 de agosto de 2008

Verdades Passadas


na veracidade dos fatos ...
tornou-se assim!
ouvidos mudos,
pensamentos vadios,
sentimentos sólidos.
esquinas se encontram,
para que se percam em caminhos , que não se sabe ,
ainda assim , somos nós !
as melodias do acordar ,
tornam-se às mesmas ...
risos frouxos passam a ser assim... frouxos
e os olhos já não são mais os meus ,
mentiras ditas ,
agora talvez ,tornam-se verdades...
e na agonia de um dia passado,
os toques suaves...hoje avesso do acaso,
veem verdades ,
disturbios ,
e delírios ...
ilusões ou vertigens,
mas juntos e precisos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita , e sinta-se a vontade para comentar!