3 de maio de 2010

INCERTEZAS

Queria certezas mas o tempo só me traz mais dúvidas,
Queria era sair gritando pra ver se passa esse medo desta grande saudade do que foi bom durante sua presença , essa ausência me confunde;
a face snob de nós mesmos , torna patética a reinvenção de uma vida já aceita;
sigo os passos de um coração selvagem , onde tudo às vezes é nada e o pouco imprevisível

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita , e sinta-se a vontade para comentar!