24 de julho de 2009

Criança

Quando criança queria ser um monte de coisa ,
mas a cima de tudo , queria ser bancária ,
talvez por que minha referência pra essa parte da vida ,
fosse uma das minhas irmãs ,
eu nem pensava direito , eu só queria ser !
Tudo que era preciso resolver a mais de 1 metro de distância
o fazia correndo , como se fosse apressar o tempo ,
para que logo pudesse retornar às minhas reinações ,
todos por ali diziam :
- Essa menina num sei não , só vive escarrerando
- é pro tempo passar logo e eu crescer
Cantava todas as músicas da rádio ,
e tinha como ícone Margareth Menezes,
e Mara Maravilha ,
nesse nexo musical nada faz um certo sentido ,
mas que no fim se completavam pela minha pressa de crescer ,
mas de querer continuar alí também !
E foi na infância também , que descobri
que querer é poder ,
tornei-me adulta logo como sempre quis ,
mas por tanto querer ,
não estava pronta ,
como era de se esperar ,
e o sofrimento foi inevitável ,
morria a cada novo amanhecer ,
o mesmo revelava-se dia -a -dia esmagador e fortalecedor
de um tal músculo, do meu olhar ,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita , e sinta-se a vontade para comentar!